A Fuga... - Kalaf + Type

Kalaf + Type

A Fuga...

*Na compra do CD, Vinil, K7 ou VHS receberá imediatamente a versão MP3
TRACKLIST | DOWNLOADS
Play Previews (1:30)PLAYPreço
01 A Pergunta
0.90€
02 Desconfia _ Axiomas
0.90€
03 Samba Grotesco
0.90€
04 Trata De Te Posicionar
0.90€
05 Fado Superstar
0.90€
06 Pele Exposta
0.90€
07 Epidemias Coloniais
0.90€
08 Estes E Outros
0.90€
09 Movimento
0.90€
10 Mula
0.90€
11 Conheço Este Sonho
0.90€
12 Não Conceito
0.90€
13 Litenup
0.90€
14 Hesitar
0.90€
Aventura poética carregada onde o sentimento humano é analisado através do seu relacionamento com a cultura moderna. Mas para chegar à superfície mundana é preciso emergir de algum lado, localizar a terra para ramificar as questões...
"Este disco tem como base primária, sugestões artísticas e geográficas", diz Kalaf que parece que encontrou no retiro de Type uma base para o debate filosófico incessante entre a música e a palavra.
Os devaneios mentais apresentados pelos subgraves de Kalaf são também parte de Type (Zé Nando Pimenta) também ele responsável por alguns textos.
"Não sendo um dueto acaba por ser um disco a duas vozes."
Reviews
06 Jun 2005 DN: Música
A Fuga... é um objecto estranhamente convincente. Por um lado expõe a vocação spoken word de Kalaf sobre pano de fundo de inspiração jazz, dando-lhe espaço e tempo, por outro ensaia algumas felizes aproximações à pop, como é o caso de Fado Superstar. Por isso mesmo, o disco da Meifumado que mais rapidamente poderá vencer a barreira do 'objecto estranho', isto apesar de ser, de facto, um objecto estranho.
Isilda Sanches
21 Dez 2004 Blitz
É, realmente, um disco que acrescenta argumentos, de conjugação de propósitos. Type (Zé Nando Pimenta) produziu uma excelente base instrumental para as palavras - feita de coordenadas orgânicas, de espaço para a escolha de rotas, de frases a circunfluírem por entre os sons. É sem sombra de dúvida, um disco de género, mas além dos chavões.
Sérgio Gomes da Costa
03 Dez 2004 Público: Ípsilon
Que não existam dúvidas: A Fuga... é um álbum incomparável, aliando as ambiçóes sónicas de Zé Nando Pimenta e a poesia falada de Kalaf, em textos da sua autoria e de Pimenta. É um disco denso e nocturno, onde as palavras lúcidas e irónicas dialogam com as inúmeras variações da arte do groove. (...) A não perder.
Vitór Belanciano
Outros albúns