Mensagens da Nave-Mãe - PZ

PZ

Mensagens da Nave-Mãe

*Na compra do CD, Vinil, K7 ou VHS receberá imediatamente a versão MP3
TRACKLIST | DOWNLOADS
Play Previews (1:30)PLAYPreço
01 100% Natural
0.90€
02 Bestas
0.90€
03 Dinheiro
0.90€
04 És o Maior
0.90€
05 Nada Mais
0.90€
06 É Só Um Facto
0.90€
07 Neura
0.90€
08 Auto-Estima
0.90€
09 Trinca na Chamuça
0.90€
10 Colapso em Banho-Maria
0.90€
11 Do Que Tu Comigo
0.90€
12 Sempre a Nanar
0.90€
“Mensagens da Nave-Mãe” é o novo álbum de PZ.
Depois de “Anticorpos” (2005) e “Rude Sofisticado” (2012), e após o lançamento dos singles “Cara de Chewbacca” e “Tu És a Minha Gaja” num Vinil de 7 polegadas em colaboração com dB no início deste ano, aterra agora o 3º álbum de originais deste artista “pz-generis” que tem vindo a conquistar um espaço muito próprio na música Nacional. Os “Croquetes”, as “Autarquias”, o “Passeio” ou a “Cara de Chewbacca” são alguns exemplos das suas letras descomplexadas, provocantes e desconcertantes, onde a ironia e o “non-sense” são armas que desarmam qualquer um. Em contraste com a sua voz surge uma base electrónica, tocada e programada pelo próprio, ritmos que vão do Hip-Hop ao Tecnho/House ou a qualquer outro género musical  de difícil classificação.
As “Mensagens da Nave-Mãe” são 12 temas que partem totalmente do imaginário de PZ e transportam-nos para um mundo “100% Natural” repleto de “Bestas”, comandado pelo “Dinheiro”, que nos deixa com a “Neura” enquanto damos uma “Trinca na Chamuça”. Entre solos de sintetizadores traumáticos, beats saltitantes, e palavras que brotam do sub-consciente, este disco prova que a música Pop é um Universo sem fim.
Com PZ quem ganha é você.
Reviews
27 Mai 2015 Time Out Lisboa (4/5)
PZ é capaz de pegar na desgraça de um país e na banalidade do quotidiano para esculpir artefactos pop. Capaz de olhar o mundo com uma visão tão única e unificadora, totalmente enraízada no presente - nada há mais importante que o presente. E assim nasceu uma improvável estrela pop.
Ana Patrícia Silva
18 Mai 2015 Revista Sábado
É difícil encontrar um género para o que este músico faz, mas não há complicação em dizer que de tão estranha e divertida, a sua música é incrível. A sua electrónica simples com letras inteligentes está no seu melhor em faixas como "É Só um Facto" e "Trinca na Chamuça".
Diogo Lopes
02 Mai 2015 Le Cool Porto
Sons inesperados e letras cruas e duras como devem ser ditas, arrisco-me a dizer que o PZ é dos melhores artistas Portugueses do momento. Se não é para todos os ouvidos? Talvez. Porque diz as coisas exactamente como elas são? Talvez. Nunca irá mudar o seu estilo? De certeza que não.
David Barreiro de Magalhães
Não é fácil expor em doses semelhantes humor e autenticidade, não só através de palavras como de música, mas Paulo Zé Pimenta tem-no feito ao longo dos anos, mostrando o ridículo da condição humana na vida moderna.
Vítor Belanciano
01 Mai 2015 Disco Digital (4/5)
Já não há «Dinheiro» para «Croquetes». PZ comunica com a Terra no primeiro álbum do resto da vida do excêntrico. Se antes já era engraçado, agora cai de vez em graça.
Davide Pinheiro
Outros albúns